acerca otoño 2
Linhas de Elvas
Elióptica - Cuidamos da sua visão
Nutriprado
Sanielvas 358x90
Linhas PDF

Mais um chinês detido por não declarar 226 mil euros

Um homem, de nacionalidade chinesa,foi detido na fronteira do Caia, em Elvas, por se encontrar na posse de 226 mil euros sem justificar a sua proveniência. Este é o terceiro indivíduo, desta nacionalidade, detido na operação "Fronteira Vigiada", que decorre nas fronteiras portuguesas devido à visita do Papa.

11 Maio 2017

Um homem, de nacionalidade chinesa, foi detido na fronteira do Caia, em Elvas, por se encontrar na posse de 226 mil euros sem justificar a sua proveniência.

O indivíduo, do sexo masculino, com 43 anos de idade, foi detido por suspeita de branqueamento de capitais, tendo sido apreendidos cerca de 226 mil euros em notas de 20, 50, 100, 200 e 500 euros. O mesmo ficou sujeito a Termo de Identidade e Residência.

Este é o terceiro indivíduo, desta nacionalidade, detido na operação "Fronteira Vigiada", que decorre nas fronteiras portuguesas devido à visita do Papa.

Nas últimas 24 horas o valor apreendido pelas autoridades já ultrapassa o meio milhão de euros.

Recorde-se que também hoje, dois indivíduos de nacionalidade chinesa, sexo masculino, com idades de 35 e 36 anos, foram detidos pelos militares de Elvas da GNR, por branqueamento de capitais, tendo sido apreendidos cerca de 480 mil euros em notas de 50, 100 e 500 euros.