Linhas de Elvas
El Faro - Rebajas 2020
Elióptica 2020 - 1
Nutriprado
Liberdade Branco
Jocriauto
Assine Já
Jocriauto
Sanielvas 358x90 - Nov17
Liberdade Branco

Numa organização do CDS-PP elvense

"Unidos em defesa das tradições"

A iniciativa, que juntou mais de meia centena de pessoas, contou com o contributo de vários nomes incontornáveis no seio das diversas actividades que cada orador representa, numa conversa moderada por Manuel Cruz, Presidente do CDS-PP de Elvas.

23 Dezembro 2019

No passado sábado, dia 21 de Dezembro, o Hotel Dom Luís em Elvas recebeu o colóquio em “Defesa das Tradições”.
A iniciativa, que juntou mais de meia centena de pessoas, contou com o contributo de vários nomes incontornáveis no seio das diversas actividades que cada orador representa, numa conversa moderada por Manuel Cruz, Presidente do CDS-PP de Elvas. CDS-PP-Unidos pelas  tradições
António Tereno, ex-presidente da Câmara Municipal de Barrancos, abordou a importância da união, recordando alguns episódios que atravessou naquela localidade alentejana com forte tradição Taurina, e que se tornaram públicos. Marco Gomes, Director de Corrida, salientou a necessidade da autenticidade, afirmando que cada um deve escolher os seus caminhos sem receios. Sérgio Pereira, representante dos Romeiros de Vila Boim, referiu que as crianças são um elemento essencial na perpetuação das tradições, exemplificando com a parceria entre os Romeiros e a Escola de Vila Boim, que permite a aproximação de várias crianças. Carlos Beirão, presidente da Arkus, falou sobre as várias iniciativas levadas a cabo na associação a que preside, explicando que é tão importante manter as tradições actuais como procurar outras que se vão perdendo, impedindo o seu desaparecimento irreversível, caso que exemplificou com a actividade das Comadres e dos Compadres, a que a Arkus voltou a dar vida.
A sessão foi aberta por António Alves e Almeida, Secretário-Geral da Distrital do CDS-PP, que sustentou a realização do colóquio pela necessidade em responder “a agendas animalistas e urbanistas de gente que não sabe para onde vai e que mesmo assim quer definir os caminhos dos outros” acrescentando que as tradições são a “celebração mais pura e honesta da cultura que nos corre nas veias”.CDS-PP-Unidos pelas  tradições
Francisco Rodrigues dos Santos, candidato à presidência do CDS-PP encarregou-se de encerrar o colóquio organizado pelo CDS-PP de Elvas e pela Distrital da Juventude Popular de Portalegre, frisando que “as tradições, os costumes, e os valores que herdámos dos nossos antepassados são mais do que um património precioso. Eles são bons porque são antigos. Sobreviveram ao teste mais mortífero de todos: o tempo; e chegaram até nós pela via da evolução e adaptação culturais”.
O Candidato à presidência do CDS-PP salientou também a importância da união, “precisamos, todos, de cerrar fileiras contra a horde de certas elites urbanas que se consideram na posição de mandar na vida dos outros. Acham que nos podem impor um padrão cultural e um estilo de vida que nos é alheio, apenas porque não concordamos com os seus desvairos”, acrescentando que “é também necessário escancarar as suas incoerências: entre elas, a animalização do ser humana e a humanização do animal, e as suas consequências. Hoje, dá-se mais importância a um embrião de uma galinha do que a uma vida humana - proíbe-se a morte do primeiro, mas permiti-se o aborto do segundo; proíbe-se a eutanásia em animais, pretende-se eutanasiar o homem, através da máquina do Estado.”

Fonte : CDS-PP