Linhas de Elvas
Nutriprado
Elióptica Julho 2019
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

Para investimentos

Câmara de Estremoz quer contrair empréstimo até 2,4 ME

O empréstimo é destinado a vários investimentos, como a requalificação do Rossio Marquês de Pombal, disse o presidente do município.

31 Outubro 2019

A Câmara de Estremoz pretende contrair um empréstimo, até 2,4 milhões de euros, destinado a vários investimentos, como a requalificação do Rossio Marquês de Pombal, disse hoje à agência Lusa o presidente do município.
O executivo municipal aprovou, por maioria, na reunião de quarta-feira, submeter à Assembleia Municipal a autorização prévia à decisão de contratação do empréstimo de médio e longo prazo (12 anos), até ao montante de 2,4 milhões de euros.
Segundo Francisco Ramos, eleito por um movimento independente, "a amortização de empréstimos bancários efetuada este ano pela câmara municipal corresponde praticamente ao valor do empréstimo que pretende contrair para financiar diversos investimentos de âmbito económico, social, cultural e desportivo".
Além das obras no rossio, nos espaços frente aos Paços do Concelho e onde se realiza a feira de velharias, ao abrigo do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), o município tenciona investir também na criação do Centro Interpretativo do Boneco de Estremoz e do novo estaleiro municipal nas antigas instalações da empresa Batanete, além da recuperação do pavilhão e piscinas municipais.
Também no âmbito do PEDU, a autarquia pretende efetuar a requalificação de vários espaços públicos, como o Largo General Graça, em Estremoz, Praça dos Aviadores, em Evoramonte, e Largo 25 de Abril, em Veiros.
A requalificação do Largo 1.ºde Maio em Arcos, a extensão da rede de saneamento de águas residuais do subsistema de S. Domingos de Ana Loura, a ampliação da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Arcos e construção da rede de águas pluviais e saneamento na zona da Quinta do Carmo, em Estremoz, são outras das obras previstas.
Entre os investimentos programados contam-se também a extensão da rede pública de abastecimento e distribuição de águas do sistema de S. Bento do Cortiço, implementação das zonas de medição e controlo nos serviços de abastecimento ao concelho, construção de novo depósito de água em Arcos e a recuperação de diversos arruamentos nas freguesias.
TCA // MLM
Lusa