euroace jovenes periodistas
Linhas de Elvas
Elióptica Julho 2019
CCDRA 3º Trimestre 2019
Nutriprado
Liberdade Branco
Liberdade Branco
Sanielvas 358x90 - Nov17
Assine Já

Campo Maior

Ricardo Pinheiro suspende mandato para ser deputado do PS

“Eu não vou renunciar, vou suspender. O vice-presidente, João Muacho, assume a presidência da câmara e, ao fim de um ano, a minha renúncia é automática e deixo de ter a possibilidade de voltar à autarquia”, disse.

09 Outubro 2019

O presidente da Câmara de Campo Maior, Ricardo Pinheiro, vai suspender o mandato para assumir o cargo de deputado do PS por Portalegre para o qual foi eleito no domingo, disse hoje o próprio à agência Lusa.

“Eu não vou renunciar, vou suspender. O vice-presidente, João Muacho, assume a presidência da câmara e, ao fim de um ano, a minha renúncia é automática e deixo de ter a possibilidade de voltar à autarquia”, disse.

Ricardo Pinheiro, que está a cumprir o terceiro e último mandato eleito pelo PS na Câmara de Campo Maior, no distrito de Portalegre, preside também à Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo (CIMAA).

Quanto à CIMAA, o autarca adiantou que vai convocar uma reunião extraordinária, na próxima semana, para a eleição de um novo presidente.

No período em que decorreu a campanha eleitoral e que obrigou Ricardo Pinheiro a suspender também o cargo de presidente da CIMAA, a entidade foi dirigida pelo autarca de Fronteira, o social democrata Rogério Silva.

Nas legislativas de domingo, o PS conquistou 44,73% dos votos no distrito de Portalegre, mais 2,30 pontos percentuais do que em 2015, e elegeu os dois únicos deputados, mais um do que há quatro anos, mantendo-se o partido mais votado no círculo.

Além da reeleição de Luís Moreira Testa, que entrou na Assembleia da República em 2015 e este ano voltou a ser o cabeça de lista do PS por Portalegre, os socialistas conquistaram o segundo e último lugar por este círculo, o que menos elege no país, vendo agora no parlamento o autarca Ricardo Pinheiro.

Apesar de se manter como segunda força política, o PSD perdeu para os socialistas um deputado por Portalegre, situação que não ocorria desde as eleições legislativas de 2005.

O PSD candidatou o vice-presidente da Câmara de Castelo de Vide e atual presidente da comissão política distrital do partido, António José Miranda.

Nas eleições de domingo, o PSD alcançou 20,08% dos votos, menos 7,55 pontos percentuais do que os 27,63% obtidos em 2015, quando elegeu em coligação com o CDS-PP o deputado Cristóvão Crespo.

HYT // MLM

Lusa/Fim